in

Estudo diz que Viagra reduz o risco de ter Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu que o sildenafil, princípio ativo no Viagra, tem impacto na prevenção da doença de Alzheimer.

Segundo os resultados de um estudo americano publicado na segunda-feira pela “Nature Aging”, liderado pelo pesquisador Feixiong Cheng, do Instituto de Medicina Genômica da Clínica Cleveland Clinic, o medicamento está associado a uma redução de 69% na incidência do Alzheimer após um acompanhamento de 6 anos, em comparação com pessoas que não utilizavam o remédio.

O grupo de investigadores espera agora por resultados de um teste clínico comprovado para confirmar os resultados do estudo.

A doença degenerativa de perda de memória é, até à data, irreversível.

Venezuelana a dançar “Despacito” na rua deixa internautas colados ao ecrã

Forbes elegeu jovem portuguesa como uma das mais influentes do mundo